18/09/2014

Após overdose, jovem chileno tem encontro pessoal com Deus

Testemunho David

Por amor à música e com o intuito de buscar um autoconhecimento e se afastar de conflitos pessoais o chileno David Nicolás, 30 anos, saiu de sua terra natal, Santiago, em busca de seus objetivos.

Com mochila nas costas e sem um rumo certo a seguir, David passou pelo Peru, Equador, Colômbia, Bolívia, Argentina e Uruguai. Longe da família há cerca de 4 anos, atravessou muitos caminhos de ônibus, dormiu em albergues e pensões e,  neste período, compôs muitas canções. “Minha paixão é a música”, destaca.

Mas nem tudo na vida do jovem foram flores. Longe de casa e com pouco dinheiro, o rapaz veio se aventurar no Brasil. No país, conheceu muitas pessoas e aqui também teve seu primeiro contato com o mundo das drogas.

Sua primeira passagem pelo país foi por Pelotas, no Rio Grande do Sul, onde no segundo dia de estadia teve seus pertences e documentos roubados. David procurou então uma delegacia, mas o idioma complicava a comunicação. “Não entendiam o que eu falava e eu também não compreendia o que eles diziam, foi então que a polícia me levou a um albergue”, recorda.

O jovem passou um tempo no sul, em busca de tirar novos documentos e regularizar sua situação no país. Se mantinha com trabalhos informais, mas não durou muito para perceber que ali, não seria o lugar certo para conquistar a sua independência.  Foi então que, a convite de um amigo,  decidiu se mudar para São Paulo.

Na maior metrópole do país, passou a trabalhar na construção civil e mostrar seu talento com a música, com pequenas apresentações pelas ruas da cidade. Dividia o aluguel com um amigo, mas devido ao consumo com as drogas, o amigo acabou não arcando com a sua parte nas despesas e os dois foram despejados. Diante da situação, os amigos se separaram. “Mesmo eu usando drogas, conseguia pagar as minhas dívidas, mas o meu amigo não”. Sem dinheiro  o jovem foi morar na Cracolândia, lugar conhecido por abrigar muitos usuários de drogas.

DavidNesse período, David reencontrou um velho amigo de Cuiabá, Josinei, e passaram a dividir as mesmas dificuldades.Para esquecer tamanha dor, a bebida e as drogas passaram a fazer ainda mais parte da rotina. De tanto andar pelas ruas de São Paulo, o músico tinha os pés feridos a ponto de sangrar. “Lutávamos por comida todos os dias. Era um inferno. Passamos muito medo e frio”,  recorda.

Sem dinheiro e moradia ele e o amigo decidiram pedir carona até chegar em Cuiabá (MT). Lá, passaram a morar em albergues e se mantinha por meio de trabalhos na construção civil e da música. Mas o vício das drogas, que sempre o acompanhou, começou a ficar mais intenso.  Ele e seu amigo, após passarem horas bebendo e consumindo drogas, começaram a ter alucinações. ” O mundo virou, me sentia fora do corpo, pois experimentamos de tudo ao extremo”.  A ponto de enlouquecer e ver sua vida se acabar, David lembrou das Palavras de Deus que sua mãe lhe contava quando criança. Naquele momento, sentiu o agir de Deus sobre sua vida. “Eu senti Deus falar comigo e me lembro exatamente que me disse: Filho, hoje havia um pacto que vocês morreriam, pois vocês já pertenciam ao inferno, mas como você me chamou e orou, estou rompendo este pacto”, lembra.

O jovem começou a voltar a realidade e, a partir desse momento, passou a falar da Palavra de Deus para o amigo, quase morto. “Não importa se vamos morrer, mas devemos aceitar a Cristo”. O amigo então começou a retomar a memória e, a partir daquele episódio, decidiram mudar. Procuram em muitas igrejas o Deus que os havia liberto, mas esta busca não foi fácil. Como ele ainda vivia o dilema de conseguir os documentos necessários para sua permanência no Brasil, decidiu vir para Brasília. Em um dos albergues que ele e o amigo moravam, conheceu uma psicóloga que os apresentou à Sara Nossa Terra.  “Vivíamos em um conflito e mesmo com emprego tínhamos uma vida difícil e não éramos felizes”. Mas os dias de tristezas estavam contados”, conta.

Testemunho David

Os jovens passaram a frequentar a Sara Nossa Terra, fizeram o Revisão de Vidas e largaram todos os vícios. “Depois disso, só aconteceram bênçãos em nossas vidas. Meu amigo começou a estudar para concluir os estudos e eu regularizei a minha situação no país”, comemora. Nesse período, David escreveu muitas canções e está com o projeto de gravar, no final deste ano, o seu primeiro CD em espanhol e português. Atualmente, trabalha como tradutor no Núcleo de Mídia da Sara Nossa Terra. Você pode acompanhar o seu trabalho como tradutor do Bispo Robson Rodovalho, durante os cultos, na internet. É só acessar www.saraweb.tv.br.